Responsabilidades e Deveres do Síndico do Condomínio

Cada vez mais observamos que a complexidade da vida moderna torna algumas ocupações ou profissões, antes exercidas por pessoas que, embora eu não se possa afirmar que fossem despreparadas, certamente não eram especializadas, hoje estão sendo ocupadas por pessoas que, sem a menor sombra de dúvidas, tem que possuir um preparo diferenciado. Claro que estou falando dos síndicos.

O comando de um condomínio não pode ser mais deixado nas mãos de amadores ou de pessoas que tem apenas uma enorme boa vontade. As obrigações e responsabilidades são muitas, e as cobranças, cada vez maiores.

Por várias razões é cada vez mais comum observarmos a contratação de profissionais que não são proprietários. Contratados para gerir os condomínios, não tendo qualquer outro relacionamento que não seja o profissional.

Veja o mais completo Manual do Condomínio pdf com até 40% de Desconto!

Em alguns condomínios, a falta de interesse pelo cargo de síndico faz com que a administração fique a cargo de uma empresa, sendo bom lembrar que essa empresa não é a administradora, pois, por ser o síndico quem fiscaliza o trabalho da administradora, fica no mínimo desconfortável, tanto para a empresa, quanto para o condomínio, o acúmulo de funções.

Hoje, infelizmente, não há uma certificação básica para a função, mas algumas entidades costumam oferecer cursos e capacitação para síndicos em geral, profissionais ou não, o que resulta que não há uma padronização na formação desse profissional. Mas isso pode ser sanado com o estudo continuado, a pesquisa e a constante evolução profissional.

Quero saber mais sobre as Leis que regem os Condomínios

Como irá tratar principalmente com pessoas, o síndico profissional deve ter características de liderança e organização, ser paciente e saber ouvir os anseios e pedidos dos moradores. Também é interessante que ele saiba se comunicar, e seja bom negociador. Quanto à sua formação acadêmica, o ideal é que ele tenha conhecimentos de administração de empresas, contabilidade, direito e recursos humanos.

O síndico deve participar periodicamente de reuniões com o conselho, convocar quantas assembleias anuais forem necessárias, visitar o local na quantidade de vezes necessária em função da complexidade do condomínio, disponibilizar telefones e e-mails para contato dos conselheiros e dos próprios condôminos, não deixando que eles fiquem sem informações. Se profissional, recomenda-se que o síndico restrinja o número de condomínios em carteira, delimite um perfil de empreendimento e uma região de trabalho.

Quero ser Síndico. E agora?

Existem alguns atributos mínimos que um síndico deve apresentar no exercício de suas atribuições, tais como estabelecer compromisso como condomínio e a qualidade do serviço, demonstrar comprometimento com a lei, convenção, regimento interno e as normas fiscais e tributárias, entre outros, além de traçar objetivos, planejar o trabalho, apresentar o demonstrativo de contas, atuar como um elemento integrador da equipe e saber lidar com as pessoas.

Quero ver o Manual Prático do Condomínio, Síndico e Condôminos pdf

O síndico, seja ele profissional ou não, tem que ter a visão de que foi escolhido para viabilizar a gestão e conferir maior transparência a esse trabalho, caso contrário, se ele não souber estabelecer uma relação de confiança e respeito e compartilhar responsabilidades, poderá se transformar em um novo problema para o condomínio.

O síndico, no caso de ser profissional, passa a ser mais um dos muitos prestadores de serviço do condomínio. Mesmo sendo qualificados para o cargo, a maioria prefere ter o respaldo de uma administradora de condomínios. A empresa fica responsável pela parte fiscal, cobrança, administração e recrutamento de pessoal, área em que os síndicos não costumam atuar. Em geral, o síndico profissional não atua em apenas um condomínio.

Quanto ganha um Síndico Profissional?

Ele tem alguns clientes e se reveza entre os empreendimentos. Seu pagamento depende das horas gastas não apenas dentro do condomínio, mas também resolvendo assuntos relativos ao local. Atualmente, em São aulo, por exemplo, a média de ganhos varia de R$ 1.500 a R$ 4.000,00 mensais, dependendo do tempo que o síndico emprega no condomínio, do tamanho do empreendimento e da arrecadação do local, podendo, em alguns casos, superar em muito esses valores. O pagamento ao profissional deve ser feito mediante notas fiscais ou recibo.

Como o profissional será um prestador de serviços do condomínio, sendo de extrema importância deve ter boa apresentação e ter uma situação cadastral limpa junto ao INSS, Receita Federal, prefeitura, cartórios de protesto, etc. Para tomar posse do cargo, entendo que devam ser seguidos os seguintes procedimentos, todos eles advindos do que determina o

Quais as Atribuições do Síndico?

Condômino ou não, profissional ou não, o representante legal do condomínio, mais conhecido como síndico, tem como meta representar o condomínio e praticar atos em defesa dos interesses comuns dos moradores, dentro de suas atribuições conferidas por leis, pela convenção, regimento interno e decisões de assembleias.

Como resolver o problema de barulho em condomínio?

Tudo começa na assembleia geral ordinária, onde os condôminos colocam sua confiança no novo encarregado pela organização do condomínio, portanto, o síndico contratado deve ter consigo não somente a vontade de realizar projetos para o bem estar dos moradores, como também agilidade para enfrentar várias outras questões. Por falar em assembleia, o síndico profissional deve sempre prestar contas à assembleia e a ela estar presente.

Uma vez contratado, cabe ao síndico, profissional ou não, a orientação dos funcionários, fiscalização e execução das deliberações feitas nas assembleias, sendo encargos que farão parte da rotina do seu dia a dia. Para administrar o condomínio, na maioria dos casos existe uma administradora que é encarregada da folha de pagamento, cobrança das contribuições condominiais, orientação tributária, entre outras atribuições, e o síndico tem o dever de manter com essa empresa um contato estreito, pois é de sua responsabilidade a correta execução dos serviços que foram contratados.

Quero saber se é permitido ter animais no condomínio!

É importante destacar que no papel de síndico, além das atribuições fixadas em lei, possui também mais uma missão no exercício do seu mandato: a mediação de conflitos, sendo encarregado de tentar equacionar confusões que podem ser geradas pelos próprios moradores.

Qual o conhecimento necessário para ser síndico?

Ao síndico cabe também impor as multas estabelecidas na convenção ou regulamento interno do condomínio. Tarefa nada fácil, porém fundamental. Ao síndico recomenda-se também a impessoalidade no trato com os moradores.

Se você gostou do conteúdo então também irá gostar de ler a 2ª Edição do Manual Prático do Condomínio Síndico e Condôminos do autor Ivan Horcaio.

Para comprar o livro com desconto e Frete Grátis acesse aqui!

Com uma ampla experiência na edição e distribuição de livros jurídicos, a Memória Forense busca publicações dos assuntos mais relevantes e está sempre trazendo aos seus clientes os melhores conteúdos atualizados conforme as mais recentes legislações em vigor.

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Site Footer